Seja aprovado mais rápido

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Conhecimento é poder: como manter-se bem informado pode ajudá-lo a passar em um concurso


Separar um tempo para colocar a leitura em dia pode aumentar suas chances de aprovação.

Em um mundo em que a informação é efêmera, fica cada vez mais difícil manter-se atualizado com a leitura e os acontecimentos do Brasil e mundo.

No entanto, para ampliar seu leque de informações e, com isso, aumentar suas chances de aprovação em um concurso, colocar a leitura em dia deve fazer parte de sua rotina de estudos.

Para simplificar esta tarefa, compilamos uma lista de leituras essenciais e, também, dos principais sites para que você tenha acesso à informações corretas e atuais sobre os principais assuntos da atualidade.

Confira!

Clássicos e atemporais

Um clássico é um clássico e será sempre bem-vindo como fonte de inspiração e linha de pensamento para uma redação, por exemplo. A lista abaixo é simplesmente imperdível:

  •  Ilíada e Odisseia – ambos de Homero;
  •  Dom Quixote – Miguel de Cervantes;
  • Guerra e Paz – Leon Tolstoi;
  • A Feira de Vaidades – William Makepeace Thackeray;
  • Crime e Castigo – Fiodor Dotoiévksi;
  • A Divina Comédia – Dante Alighieri;
  • Paraíso Perdido – John Milton;
  • Ulisses – James Joyce;
  • O Nome da Rosa – Umberto Eco;
  • Cem Anos de Solidão – Gabriel García Márquez.

Sites de Jornais e Revistas

A internet é uma ótima fonte de informação, porém é preciso ter o cuidado de apurar o que chega até você. A melhor maneira de manter-se informado usando os recursos online de sites de veículos da imprensa renomados. Mesmo assim, a checagem ainda é obrigatória.

Os principais são:


Nessa categoria, podemos destacar revistas especializadas, como a Revista de História da Biblioteca Nacional.

Portais que não restringem o acesso

Alguns dos sites informados acima restringem o acesso para aqueles que não são assinantes da revista ou jornal. Uma boa opção para substituir esses acessos são os seguintes portais:


Vídeos

A leitura pode – e deve – ser complementada com vídeos e áudios que enriquecem o conteúdo. Algumas rádios já se autointitulam como a rádio com imagens e, por isso, oferecem verdadeiras aulas. Acesse:


Informações sobre o meio ambiente

O cuidado com o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável nunca esteve tão em voga. Por isso, manter-se atualizado nesse assunto também é fundamental.


Lista complementar

Quer ficar ainda mais por dentro dos assuntos atuais? Confira aqui os 100 sites de pesquisa acadêmicas que você deveria conhecer e aproveite para baixar mais de 400 títulos para ampliar seus conhecimentos.


Boa sorte!

O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os"4 passos para aprovação em concursos".

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Usando a neurociência para aumentar a sua concentração e melhorar o seu desempenho em concursos



Todos os problemas dos concurseiros seriam resolvidos se a pílula tomada por Eddie, personagem do ator Bradley Cooper no filme Sem Limites, existisse. Isso porque tal pílula milagrosa permite que o cérebro seja usado em todo o seu potencial, ou seja, 100% de sua capacidade intelectual.
Voltando ao mundo real, os concurseiros não podem conseguir sua aprovação dessa maneira e o que resta a eles é o bom e velho estudo.

Quantidade não é tudo
Como em tudo na vida, na hora de estudar para passar em um concurso, muita gente ainda parte para a quantidade sem se atentar à qualidade do conteúdo.
Sendo assim, de acordo com especialistas, em vez de esperar pela pílula mágica, o concurseiro pode aumentar suas chances de ser bem-sucedido em um concurso, utilizando algumas técnicas que têm como objetivo otimizar o seu tempo e potencializar o seu desempenho.
Mágica? Não! É disciplina e organização.

Cada um no seu quadrado
Obviamente não se pode generalizar. Uma maneira específica de estudar pode funcionar a um, porém pode não funcionar a outro. O ideal é que o concurseiro não se prenda em fórmulas mágicas – pois estas não existem, e concentre seus esforços em encontrar a maneira mais eficaz de internalizar o que está estudando.
Como sugestão, apontamos 6 maneiras que poderão fazer com que você se torne mais produtivo nos seus estudos.

Confira!

  • A prática que leva à perfeição

Treine, treine e treine mais ainda. Essa é uma das únicas maneiras consideradas realmente eficientes na hora de prestar uma prova para o concurso de seus sonhos. Pegue as edições anteriores e treine até que sinta que todas as suas dúvidas foram sanadas e você domina o conteúdo.
Além disso, é por meio do treino que você identificará seus pontos fortes e fracos e poderá direcionar melhor o seu tempo e o seu foco.

  •  Associações mnemônicas

Associações mnemônicas nada mais são que associações mentais – quanto mais inusitadas e engraçadas melhor – que você usa para memorizar um conteúdo específico.
Há várias maneiras de se fazer as associações: você pode fazer isso usando as iniciais dos tópicos, criando novas frases; pela semelhança entre os sons das palavras; ou associando o conteúdo com coisas bizarras que o faça rir! (Veja bem, você estuda E ri ao mesmo tempo. A combinação perfeita, não é mesmo?)

  • Ouça sua própria voz

Uma técnica importante e eficaz é gravar a sua voz “dando a aula” sobre o conteúdo. Leia a matéria e faça suas próprias explicações sobre o assunto, usando suas notas da aula para fixar o conteúdo.
Com essa técnica você cobre 3 pontos de uma só vez: ao preparar “sua aula” para a gravação, você já está estudando. Ao falar em voz alta você estará exercitando sua capacidade sua capacidade de sínteses e poderá memorizar melhor o que está falando.

O terceiro ponto é que você terá sua aula gravada para estudar quando quiser.

  • Fichas e mapas mentais

Os mais visuais podem usar o mesmo exercício acima, mas escrevendo em vez de falando.
Faça fichas para resumir o conteúdo com os pontos principais para desengatilhar sua memória. Utilize mapas mentais coloridos e com elementos visuais que poderão trazer a imagem à sua mente sempre que desejar.

Veja aqui como trabalhar com mapas mentais:




  • Duas (ou mais) cabeças pensam melhor que uma

Nem todo mundo gosta de estudar em grupo, porém isso não descredita a eficácia da prática.
Estudar em grupo significa que você terá a chance de debater o conteúdo, colhendo informações importantes de seus colegas que você sozinho talvez não conseguisse perceber.

O debate melhora a compreensão e facilita a memorização. Todos saem ganhando.

  • Faça pausas

A neurociência nos ensina que seu cérebro consegue se fixar em único foco por 1 hora. Depois disso, ele precisa de uma pausa, assim como você. Por isso, faça blocos de estudo.

A cada uma hora de estudo faça pausas e tente focar em algo totalmente diferente para que o cérebro tenha a chance de memorizar o que foi estudado e relaxar por alguns minutos.

O ideal é que, quando voltar a estudar, foque em outra disciplina. Desta forma, você ganha tempo e melhora a sua capacidade de foco. Experimente!


O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os"4 passos para aprovação em concursos".

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Quer aumentar suas notas em 60%? Essas 4 estratégias vão te ajudar!


Um grupo de pesquisadores americanos conseguiu reunir dados que apontam métodos e técnicas de estudo que aprimora o desempenho dos alunos de 29% a 63% em testes, garantindo notas melhores.

De acordo com Ken Kiewra, líder do grupo, juntamente com Dharmananda Jairam, a pesquisa mostrou que os resultados realmente aumentam quando os alunos utilizam as técnicas de estudo mais poderosas.

Os alunos que chegaram a essa melhora de desempenho utilizaram técnicas e métodos de estudo a criação de quadros comparativos, a criação de associações e perguntas de ordem prática, além da criação de quadros comparativos.

As metodologias e técnicas de estudo foram implantadas em laptops e tablets para a realização do estudo.

O método SOAR

Kiewra batizou o conjunto de técnicas e estratégias de método SOAR, um acrônimo das quatro ações de estudos poderosas que vão aumentar o desempenho dos alunos. São elas:

- Selecionar as ideias principais de um conteúdo;
- Organizar as informações com quadros comparativos e ilustrações;
- Associar ideias para criar conexões significativas, e
- Regular o aprendizado por meio da prática.

O professor e pesquisador ainda completa que “essas técnicas complementam a maneira como o cérebro processo informações. O aprendizado se torna melhor e mais eficiente quando as informações importantes são selecionadas de ideias menos importantes”.

Devido ao aumento do uso de laptops e tablets para os estudos, Ken Kiewra alega que é essencial que os alunos consigam aprender maneiras melhores de verificar e utilizar as informações.

Por isso, Ken Kiewra acredita que para que estas técnicas tenham sucesso, o professor também precisa entrar em ação.

O especialista acredita que os professores precisam ajudar os alunos a eliminar métodos de estudo ineficientes como grifar, sublinhar e ensaiar, e ensiná-los a usar métodos que os ajude a alcançar o objetivo”.

Fonte: Amo Direito

QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os "4 passos para aprovação em concursos”.


segunda-feira, 5 de setembro de 2016

5 dicas infalíveis para estudar para concursos


Passar em um concurso exige foco, determinação e dedicação. Já é sabido que o volume de matérias para estudar é bastante grande, porém com organização e estratégia é possível chegar à aprovação.
Como toda ajuda é bem-vinda, separamos para vocês as melhores dicas que vão facilitar a sua vida e auxiliá-lo a colocar os seus estudos em dia.

1. Faça um cronograma de estudos
Para que você consiga estudar tudo o que o seu concurso exige, você precisa se organizar e fazer um cronograma de estudos. Fuja da armadilha de estudar quando puder.

Priorize as matérias mais volumosas ou as que você tem mais dificuldade e distribua seu tempo livre de modo que consiga cobrir todos os assuntos até dias antes da prova.

Muitos candidatos não alcançam a aprovação simplesmente porque não conseguem se organizar e manter uma disciplina, condições fundamentais para obter bons resultados na prova.

Seja mais produtivo estudando para um concurso. 

2. Cada um aprende de um jeito. Você sabe qual o seu?
Passar em um concurso nada tem a ver com sorte. Da mesma forma, não existe fórmula secreta que vá fazer com que você seja aprovado sem estudar. Desista desse pensamento.

O que existe são maneiras diferentes de aprendizado. Uma pessoa aprende mais quando visualiza o conteúdo, enquanto outra prefere ler em voz alta e ouvir o que está estudando. Portanto, procure saber qual é o seu jeito de internalizar o conteúdo e mãos à obra.

3. Use e abuse de resumos, provas anteriores e simulados
Fazer resumos, refazer provas de edições anteriores dos concursos, resolver simulados e fazer mapas mentais são maneiras eficientes de prepara-lo para o dia D.

Assim, você consegue fixar e memorizar as matérias, além de ser capaz de perceber os tipos de questões são mais dificultosas e quais são as que você responde com maior facilidade. A partir daí, você consegue direcionar os seus estudos para as áreas que exigem mais a sua atenção.


4. Procure por materiais extras
A internet está repleta de informações que poderão ajudá-lo a alcançar a aprovação no concurso de seus sonhos.

Procure fóruns, bate papos e sites oficiais dos temas que precisa estudar para obter materiais extra que complementem o que você já estudou.



5. Está com dúvidas? Pergunte!
Se está com dúvida em algum assunto específico, não o dê por encerrado até que ela seja sanada.

Converse com professores, profissionais ou especialistas no assunto que poderão explicar a matéria a você de uma maneira diferente. Faça perguntas, peça exemplos e leve suas próprias comparações para serem analisadas e corrigidas.


QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os"4 passos para aprovação em concursos.


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A aprovação de concursos em 4 fases: veja como ganhar esse jogo!



A tão desejada aprovação em um concurso representa viver uma vida financeiramente melhor e com muito mais estabilidade. É por isso que milhares de pessoas correm atrás desse sonho.

Porém, o jogo é difícil e requer não somente determinação e paciência, mas uma compreensão mais abrangente das regras para se conseguir uma aprovação.

Quando o assunto é a aprovação em um concurso, nada melhor do que ouvir conselhos de quem é experiente no assunto e possui uma lista de aprovações em seu currículo para corroborar com o sua expertise, não é mesmo?

Victor Maia, o fundador do QualConcurso, que foi aprovado em diversos concursos – inclusive o de Perito da Polícia Federal, que era seu sonho – veio compartilhar conosco segredos valiosos para dominar a arte de ser aprovado em concursos.

Tudo o que você precisa é passar pelas 4 fases que vamos explicar a seguir. Venha com a gente!


Fase #1: Conhecendo as regras do jogo da aprovação



Muitas pessoas estão há anos prestando concursos sem conseguir alcançar o seu objetivo. São pessoas dedicadas e que estudam as disciplinas dos concursos que prestam com bastante afinco e, mesmo assim, não conseguem a aprovação.

Por que isso acontece?

Maia explica: “muitos concurseiros seguem a massa e ‘só estudam’. Esse caminho é tortuoso e, infelizmente, não os leva a lugar algum. O concurseiro é como um viajante: precisa de um mapa, algo que apontará o caminho que deve seguir, com todos os desafios e armadilhas que encontrará pela frente, para saber como evita-los.”

Uma dica para elaborar esse mapa é usar simulados adaptativos que o ajudarão a escolher a área que combine sua vocação e suas aptidões. Assim, unindo o útil ao agradável, você segue o caminho mais rápido rumo à carreira de seus sonhos.

Quer saber mais? Conheça o curso Aprovação em Concursos e se prepare para sua nova vida.

Fase #2: Parabéns! Você é um principiante



Agora que você já escolheu uma área específica e já está com seu mapa em mãos, é hora de conquistar a segunda fase do jogo da aprovação.

Nessa fase seu maior desafio é encarar e eliminar de vez um vilão muito perigoso que pode colocar todo o seu esforço a perder: a preguiça.

A preguiça, muito ardilosa, vai tentar fazer com que você acredite que há atalhos e até fórmulas mágicas de estudo para que consiga sua aprovação. Não caia nessa!

O tempo para estudar é curto e você precisa ser o mais focado e eficiente possível, ou seja, precisa ser produtivo.

“O software QualConcurso te ajuda a montar um planejamento perfeito de estudos, totalmente adaptado às suas necessidades”, diz Victor Maia e acrescenta: “mas os perigos dessa fase não param por aí.”

Mesmo com seu plano de estudos em mãos, você vai encontrar outro desafio à frente. O desânimo, que anda de mãos dadas com a preguiça, está à espreita, querendo te desviar do caminho.

“Fazer parte de uma comunidade secreta de troca de informações e dicas valiosas que o ajudarão nessa parte do caminho para o sucesso é muito importante. Nosso curso de motivação é exatamente o que os concurseiros precisam para passar para a próxima fase”, explica Maia.

Fase #3: Intermediário – Quase lá



Vilões fora do caminho, é hora de se tornar proficiente nas disciplinas básicas da sua área.

No seu mapa, você vai perceber que é hora de aprimorar seu material de revisão. Isso significa que sem um material de revisão apropriado, você terá dificuldades em estudar tudo o que precisa quando o edital do concurso for publicado.

Mas, cuidado! Nem é preciso reforçar que não há milagres para ser aprovado, portanto, não caia nas armadilhas de técnicas de chutes ou outras promessas de facilidades que só o levarão ao fracasso!

Victor Maia aconselha: “o curso Técnicas de Estudo é a melhor maneira de aperfeiçoar seu material de revisão e leva-lo à próxima fase do jogo da aprovação”.

Fase #4: Avançado – Sua hora chegou



O momento mais esperado do jogo chegou: o edital do concurso foi publicado.

Você já conhece as regras do jogo e seu material de revisão está adequado ao seu objetivo. Tudo o que você precisa agora é aprender as novidades do edital.

As matérias básicas já estão dominadas, pois você se preparou com antecedência, portanto, cobrir o edital será muito mais fácil e você chegará para fazer sua prova preparado e confiante.

A aprovação é apenas o resultado do planejamento e técnica que foram empregados até este momento, portanto, saboreie sua vitória!

Você venceu!


Veja aqui como o QualConcurso pode ajudá-lo a conseguir a sua aprovação. 

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Usando o Google como técnica de estudo


Já diz o ditado popular “se não está no Google, é porque não existe” e, por isso, o buscador mais famoso do mundo pode ser seu melhor aliado na hora de estudar para passar em um concurso.

Se você não encontra a resposta para o que está procurando, certamente está procurando de maneira incorreta.

Apesar de o Google oferecer várias ferramentas para limitar ao máximo a pesquisa e fazer com que o usuário realmente encontre o que está procurando, essas ferramentas não servem para quem está estudando para prestar um concurso.

Isso mesmo! Existe uma maneira correta para que os concurseiros possam procurar por questões no Google e nós vamos te dar as dicas de como fazer isso.

Interessou? Então continue a ler.

Pesquise por termos exatos


Se você está em dúvida sobre a resposta de uma questão, ou quer complementar a resposta que já tem em mãos, você pode – e deve – procurar por ela no Google. Porém, se você digitar a frase toda receberá infinitas respostas inúteis e vai acabar desistindo de procurar.

Quando você não usa aspas para fazer uma pesquisa o Google entrega resultados para cada uma das palavras da frase, inclusive os artigos e pronomes. Calcule o quanto de resultados que não tem nada a ver com o que você quer vão aparecer?

O que fazer, então?

Simples! Você deve usar aspas para procurar a frase exata que está procurando. Digite as aspas no começo e no final da frase ou da expressão que precisa pesquisar.

Dessa forma, o buscador te entregará somente os resultados que possuem a frase ou expressão exata que você está procurando.

Use o sinal de menos (-) para excluir termos indesejados


Vamos supor que você precisa pesquisar um determinado assunto no Google, mas tudo o que o buscador te entrega vem com alguma outra parte da matéria que você não precisa.

Por exemplo, você precisa estudar Administração Financeira e Orçamentária, mais especificamente a Lei da Responsabilidade Fiscal. No entanto, mesmo digitando Administração Financeira e Orçamentária Lei da Responsabilidade Fiscal, a pesquisa poderá retornar com algo algum outro termo, como “questões de concurso”, etc.

Para acabar com esses “intrusos”, você pode usar o sinal de menos (-), dessa maneira:

Administração Financeira e Orçamentária Lei da responsabilidade fiscal -questões

Pronto! O sinal de menos atuou como um filtro e refinou ainda mais sua busca.

Faça suas pesquisas usando a opção “site:”


Essa função é bastante útil quando você quer procurar por um determinado assunto dentro de um site.
Para usá-la é muito fácil. Use o exemplo abaixo para se guiar. 

No campo de busca do Google digite: Site:(nome do site, sem espaço entre os dois pontos) e “nome do que você procura”, ou como no exemplo,

site:www.jusbrasil.com.br “Pré-eleição”

Caso precise refinar ainda mais a sua busca, você pode adicionar outros termos, por exemplo:

site:www.jusbrasil.com.br “Pré-eleição” “propaganda eleitoral”

Simples assim!


Com essas três dicas importantes, você já está pronto para abrir o Google e encará-lo com outros olhos! Bons estudos!

Aqui no QualConcurso você tem acesso à várias ferramentas para turbinar suas técnicas de estudo e garantir maiores chances de aprovação no concurso dos seus sonhos. Nós estamos aqui para ajudá-lo a conquistar seu objetivo. Conte conosco!


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Usando questões para aprender a teoria. Aprenda essa técnica de estudo eficaz.



Não há moleza quando o assunto é passar em um concurso. Embora cada pessoa aprenda de uma maneira (visual, oral, mapas mentais, entre outros) e em um ritmo próprio, existem estratégias que podem contribuir para que você consiga otimizar o tempo e o conteúdo dos estudos.

O concurseiro se depara com um volume imenso de leituras e estudos, portanto, todo minuto é precioso e deve ser utilizado da maneira mais útil possível.

Essa técnica serve para qualquer concurso?


Se a sua aprovação depende do estudo das inúmeras páginas de leis, decretos, enfim, atos normativos e/ou gráficos, fórmulas e outros pequenos detalhes que fazem a diferença em uma prova de concurso, então essa técnica é para você.

A técnica de usar questões para aprender a teoria acaba por eliminar o supérfluo e ir direto ao ponto: você estuda a questão que precisa de sua atenção e, por meio da reposta objetiva, você consegue saber exatamente o que o exame quer saber, sem enrolação.

Como funciona essa técnica?


É bem simples e até um pouco óbvia, porém muitos concurseiros gastam horas e horas de estudo, sendo que têm a chance de priorizar e otimizar o conteúdo a ser memorizado para a prova do concurso.

Veja como funciona:

  • O primeiro passo é selecionar as questões das provas de concursos que precisam de sua atenção.
  •  A seguir, procure a resposta para cada uma das questões. Por exemplo, se você tiver uma questão relativa a uma lei e seus respectivos decretos, artigos e incisos, procure nos livros a resposta correta.
  • Em seguida, faça uma marcação ou uma observação ao lado do parágrafo do livro (ou da lei, no exemplo acima) com o nome da banca e o ano da prova. Assim, você se assegura que essa questão cairá na sua prova e você precisa estuda-la a fundo.
  • Repita esses passos com absolutamente todas as questões. É a partir das marcações que você poderá saber o que deve estudar a fundo.

No final, veja de novo tudo o que precisa ser estudado e você verá o que realmente vai cair na sua prova, ou seja, você vai estudar apenas o que é importante, sem desvios.

Onde encontrar as questões dos concursos?


Muitos sites oferecem uma base de dados de provas passadas para que os candidatos possam focar seus estudos e tirar o melhor proveito de seus tempos.

Aqui no QualConcurso você tem acesso à várias ferramentas para turbinar suas técnicas de estudo e garantir maiores chances de aprovação no concurso dos seus sonhos. Nós estamos aqui para ajudá-lo a conquistar seu objetivo. Conte conosco!




segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Três erros que impedem sua aprovação em um concurso. Saiba como evitá-los.


Sua aprovação pode estar bem perto. Fique atento para não cometer esses três erros comuns que só atravancam o seu progresso.

Horas de estudo e dedicação para poder passar no concurso de seus sonhos podem ir por água abaixo por causa de erros cometidos sem perceber.

A verdade é que não há fórmula milagrosa quando o assunto é passar em um concurso público. Mesmo fazendo cursinho, comprando métodos de ensino, e outros recursos que são reconhecidamente eficazes para a sua aprovação, se você não arregaçar as mangas e fizer a sua parte, a única coisa que acontecerá é você ter gasto dinheiro à toa.

Pagar para se ter uma ferramenta de aprovação é fácil. O difícil é fazer a sua parte – e não adianta colocar a culpa de não ter passado no serviço pelo qual você pagou. Resumindo: não há sucesso sem esforço.

A partir do momento que você compreende que não há mágica envolvida na aprovação de concursos e assume a sua parte de responsabilidade do seu sucesso, a coisa muda de figura.

Veja abaixo o que você pode estar fazendo para contribuir para diminuir suas chances de aprovação em um concurso e, a partir de agora, compromete-se a eliminar esses erros de sua vida de concurseiro!

Erro #1 – Vivendo no futuro

A imagem é clara: você, feliz da vida, vivendo sua vidinha após a aprovação do concurso que tanto deseja. O que você não pode esquecer é que há muito trabalho a ser feito para que isso seja conquistado.

Pode-se afirmar que a aprovação é apenas uma consequência de um trabalho de preparação e estudo bem feito. Portanto, lembre-se que sonhar é bom, mas é preciso viver o aqui e agora e realizar cada etapa que te levará até o seu propósito de maneira eficaz.

Fazer o que tem que ser feito de qualquer jeito, ou bem “meia boca”, não vai fazer com que você seja aprovado. Pior, você terá que fazer tudo novamente se realmente quiser passar em um concurso.

Erro #2 – Desorganização e falta de planejamento

Todo mundo sabe que é preciso estudar muito para passar em um concurso. Isso é um fato e você sabia disso antes de escolher esse caminho, não é? Até a falta de tempo tem solução, então, chega de mimimi!

Comece fazendo um planejamento de estudo completo e bem abrangente. Priorize as matérias e, o mais importante, não queira abraçar o mundo com as pernas. Se você estudar a ermo, não aprenderá nada e as chances de falhar aumentarão!

Estude uma matéria de cada vez, priorizando suas necessidades, e adotando horários de descanso para que seu cérebro possa absorver o conteúdo aprendido e ter uma pausa para relaxar.

Erro #3: Não testar o seu conhecimento

Ler é muito importante, mas nunca deverá ser sua única estratégia de estudo. É preciso colocar o conhecimento à prova.

Faça simulados, refaça provas anteriores, selecione questões de provas passadas aleatoriamente para que você possa responde-las e testar os seus conhecimentos gerais.


Teste, teste, teste! Se achar que ainda não testou o suficiente, teste novamente! Aliar essa estratégia à teoria o deixará bem próximo do seu sonho.

Bons estudos!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

De olho na aprovação: dicas para escrever uma redação excelente



É possível afirmar com segurança que a redação é o terror da maior parte dos concurseiros.

Organizar e expor suas ideias em palavras, usando gramática, ortografia e pontuação corretas representa, para muitos, horas extras de estudo e dedicação para apresentar o melhor conteúdo possível dentro das circunstâncias extremamente estressantes de uma prova de concurso.

Antes de entrarmos nas dicas que vão ajudá-lo a encarar esse bicho de 7 cabeças, é importante conhecer os principais erros cometidos pelos concurseiros em relação às redações. Vamos lá?

·         Falta de clareza: você pode até ser bom na Língua Portuguesa, mas as pessoas não conseguem compreender o que está escrito ou compreendem de forma totalmente diferente da ideia que tentou passar.

·         Não pensa sobre o que está escrevendo e não confere a redação depois de pronta: o pensamento vem em fluxos, mas dificilmente a escrita acompanha tais fluxos. É preciso pensar sobre o que se quer escrever e reler a redação para se certificar que está inteligível.

·         Não consegue se ater ao tema: você começa sua redação falando sobre o tema, mas termina falando de algo totalmente diferente.

Você se encaixou em um (ou mais) desses três erros principais? Não se preocupe! Nós vamos ajudá-lo!

Como escrever uma redação excelente

Como acontece com outras disciplinas de estudo, escrever bem pode e tornar um hábito com a prática constante.

Observar suas redações e procurar aprender com seus erros já é o primeiro passo rumo à excelência. Basta adicionar a dedicação inerente a todo concurseiro e pronto! Em breve o medo de uma redação fará parte de seu passado.

Confira abaixo algumas dicas para escrever uma redação excelente:

1.      Leia muito.

Na verdade, ler já faz parte da rotina de um concurseiro, não é mesmo? A boa notícia é que isso torna tudo mais fácil: quanto mais você ler, melhor será sua escrita. Atente-se às construções gramaticais e ao desenvolvimento do conteúdo.
Reproduzir esses modelos ao colocar suas ideias no papel contribuem para deixar sua redação de fácil compreensão.

2.      Evite parágrafos muito longos

Quanto maior for o parágrafo, maior a chance de erros gramaticais e de pontuação. O inverso também é verdadeiro: parágrafos curtos demais demonstram falta de conhecimento do assunto. Para sua referência, escreva sempre parágrafos de 2 a 3 linhas.

3.      Cuidado com a repetição de palavras ou uso de jargões

Tenha bastante cuidado com o uso de jargões e expressões que são usadas popularmente, como “a nível de”. Além de estar gramaticalmente incorreta, essa expressão empobrece o texto.

Faça uso de sinônimos para evitar repetições desnecessárias e o uso de expressões dispensáveis.

4.      Siga o padrão: introdução, desenvolvimento e conclusão

Há um motivo pelo qual um padrão de escrita é utilizado. Sempre que for escrever uma redação ou dissertação, você deve começar pela introdução.

É por intermédio desse elemento que você mostra que entendeu o tema proposto. No entanto, tenha cuidado! A introdução não deve se estender para mais que três parágrafos.

É no desenvolvimento que você tem a oportunidade de complementar sua introdução, descrevendo situações e acrescentando detalhes sobre o tema. O importante aqui é ater-se ao tema, sem explicar demais ou de menos. O desenvolvimento não deve ser maior que 6 parágrafos.

Logo após o desenvolvimento vem a conclusão. É aqui que você vai encerrar o seu raciocínio. Retome os argumentos de maneira resumida e reafirme a posição sobre o assunto que você assumiu na introdução.

5.      Escrever bem não significa escrever difícil

Não é usando palavras enormes e difíceis que você fará uma boa redação. O seu texto tem que ser, acima de tudo, claro.

Suas ideias devem estar ordenadas, expostas de forma simples, porém de fácil compreensão e gramaticalmente corretas. Se estiver em dúvida sobre como escrever determinada palavra, use um sinônimo.

O importante é que seu texto tenha um ritmo, ou seja, um começo (introdução), meio (desenvolvimento) e fim (conclusão).


Agora é só praticar! Boa sorte!