O Senado Federal aprovou na última terça-feira o PLC 147/2017 que impedia o ingresso irrestrito de mulheres nas carreiras de força militar.

 

Oficiais da Marinha

 

A partir de agora, as oficiais poderão ser admitias também nas unidades operacionais como o corpo de Fuzileiros Navais.

De acordo com o senador Jorge Viana, relator do projeto no CRE e Defesa Nacional, a decisão foi histórica. Já a senadora Vanessa Grazziotin, procuradora da Mulher no Senado, afirmou que a decisão “além de corrigir uma série de questões da carreira daqueles que participam da Marinha brasileira, o PL permite o ingresso de mulheres em todas as funções da Marinha. Não há razão de as mulheres brasileiras não poderem ingressar nas Forças Armadas, não há nada que comprove que a mulher também não tenha capacidade para defender a Pátria tal qual os homens”.

Pioneirismo

Atualmente, a Marinha é a única força militar com uma mulher oficial, a contra-almirante Dalva Maria Carvalho Mendes. Sua patente é equivalente à de general no Exército.

 

oficiais da Marinha

 

A contra-almirante Mendes, entretanto, conseguiu obter o posto porque é médica e já constava do Corpo de Saúde da Marinha. Agora, com a mudança nas regras, qualquer oficial feminino terá a oportunidade de alcançar esse posto e cargos superiores.

O Projeto de Lei aguarda a sanção do presidente Michel Temer.

Deseja ingressar na Marinha Brasileira?

EduQC é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma.

Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os "4 passos para aprovação em concursos".