O Santo Graal é uma lenda que atribui poderes divinos a um cálice sagrado que teria sido usado por Jesus na última ceia. Um objeto divino, dotado de poderes miraculosos e capaz de diminuir a distância entre Deus e os homens. O "Santo Graal" dos Concursos é o atalho entre o candidato e a aprovação.

Descoberto o Santo Graal dos Concursos #sqn

 

Existem vários "gurus" que advogam terem descoberto o "Santo Graal" dos Concursos. Entre eles, está em voga ultimamente o "Edital Sintetizado". 

Nessa metodologia milagrosa, a aprovação seria encurtada com a possibilidade de estudar apenas 50% do edital. Demonstraremos aqui que quem seguir essa estratégia na realidade diminuirá suas chances de aprovação.

Primeiramente, os defensores daquele tipo Edital partem da premissa de que é preciso ter o foco em um, e somente um, cargo e em uma, e somente uma, banca. Como alternativa à "fazer todos os concursos".

Trata-se de uma falácia lógica que descreve uma situação na qual dois pontos de vista alternativos opostos são colocados como  as únicas opções, quando na realidade existem outras opções que não foram consideradas.

Por exemplo, mais indicado é focar em uma área, como a fiscal. Assim, quando se estuda o "núcleo duro" da área, a preparação se dá para vários concursos. Já mostramos antes como isso aumenta sua chance de aprovação. 

Em segundo lugar, estudar um fração do edital é uma aposta. E uma aposta em que a "banca" tem mais chances de ganhar que você. Trata-se de uma má interpretação do princípio de Pareto. Mesmo que a distribuição de assuntos tivesse uma probabilidade previsível, dedicar-se exclusivamente aos mais recorrentes reduziria a sua chance de aprovação 20%, em média. A diminuição é ainda maior para candidatos mais proficientes (aqueles com maior chance de aprovação).

Isso ocorre em função da concavidade da "curva" de aprendizado. O esforço para aprender os primeiros x% de uma disciplina é desproporcionalmente inferior ao trabalho de aprender os próximos x%. Então se você dobra o estudo da metade do edital, aprende MUITO menos que o dobro, e ainda corre o risco de errar questões triviais das "caudas" do edital.

Desconfie de "métodos" com propostas mirabolantes. Esse tema já foi debatido anteriormente no texto O Segredo Proibido dos Concursos

Passar em concurso é uma tarefa árdua. Tenha em mente que o que funciona é meta, planejamento, estudo e simulados. É um caminho duro, mas compensador, rumo à aprovação!

www.qualconcurso.com.br